Conselheiro municipal LGBT+ pede ‘boquete’ de adolescente em banheiro de Shopping

Assustado, o adolescente correu e procurou a mãe, que o esperava do lado de fora do banheiro

São Paulo – Um homem de 24 anos é acusado de assediar sexualmente um adolescente de 13 anos nesta sexta-feira (7), no banheiro de um shopping do bairro Gonzaga, em Santos, no litoral paulista. Segundo o menino, o homem pediu que ele fizesse um ‘boquete’. O suspeito foi identificado como um conselheiro do Conselho Municipal de Políticas LGBT+ de Santos (ConLGBT).

De acordo com a versão do menor à polícia, o suspeito teria se aproximado do garoto e perguntado se poderia fazer um ‘boquete’ nele. Assustado, o adolescente correu e procurou a mãe, que o esperava do lado de fora do banheiro.

A mãe do adolescente procurou funcionários e seguranças do shopping, que aguardaram o homem sair do banheiro. Ao ver a mulher, ele teria negado que abordou o garoto.

Todos os envolvidos foram levados à Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Santos, onde foram ouvidos e liberados.

Afastamento

Em nota publicada no Instagram, o órgão informou que o próprio conselheiro pediu o afastamento após a denúncia. “Repudiamos, veementemente, qualquer forma de comportamento ilícito ou desrespeitoso, seja LGBTQIA+ ou não”, diz a nota do ConLGBT.

Veja a nota: