Fapeam leva projetos de empreendedorismo de base tecnológica para feira de negócios

Os projetos recebem apoio do Governo do Estado, por meio da Fapeam – via Programa Inova Amazônia Módulo Tração

Projetos na área de empreendedorismo de base tecnológica desenvolvidos no estado estão sendo apresentados no estande da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado Amazonas (Fapeam), em parceria com Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), no “Inova Amazônia”, um encontro de negócios inovadores da região conectados à bioeconomia. O evento começou nesta quinta-feira (09/05) e segue até sexta-feira (10/05), no Centro de Convenções Vasco Vasques, em Manaus.

Os projetos apresentados são diversos e vão de alimentos saudáveis e sustentabilidade a biocosméticos e bem-estar. Os empreendimentos expostos na feira são amparados pelo Edital Nº 01/2023 Sebrae/Confap do Programa Inova Amazônia Módulo Tração, coordenado pela Fapeam, com investimento de R$ 780 mil para financiamento, com recurso exclusivo do tesouro estadual.

Neste primeiro dia, a Fapeam apresentou três projetos de empreendedores das seguintes empresas: Pastifício Baré, Ritual SPA by Simbioze Amazônica e MAWE Produtos da Amazônia, com modelos de negócios na linha de alimentos, saúde e beleza.

Alimentação saudável

Coordenado pelo empreendedor Júlio Cézar Sá da Silva, da empresa Pastifício Baré, o projeto “Fabricação de macarrões Amazônicos veganos e sem glutén” é uma alternativa para a melhoria da qualidade de vida por meio da adoção de alimentação saudável, principalmente na região Norte, além de também fortalecer o blend de experiências amazônicas proporcionadas aos clientes.

“Temos o macarrão de açaí, de tucumã e estamos entrando na linha tradicional do macarrão integral de chia, que é uma inovação nossa. Também tem o macarrão de carvão vegetal, que a gente chama de macarrão detox, além da linha de espinafre e couve também. São os cinco tipos de macarrão que a gente faz”, disse Julio Sá.

Na ocasião, o empreendedor destacou a importância do apoio da Fapeam, principalmente pelo apoio no desenvolvimento do projeto. “Afinal de contas, ser empreendedor é um desafio muito grande, mas com o suporte da Fapeam, a gente tem conseguido”, completou Júlio Sá.

Beleza, saúde e bem-estar

A união da bioeconomia com o conceito amazônico e o desenvolvimento de protocolos 100% manuais e produtos que refletem a essência da Amazônia são os destaques do projeto “Ritual SPA by Simbioze Amazônica”, que produz cosméticos naturais, veganos e de base florestal amazônica. Apresentado no evento pela empreendedora Caroline Fragoso Pacheco da Silva, o empreendimento pretende criar uma experiência para o rejuvenescimento da pele, além de ter intenção educacional para uma jornada que valoriza a natureza, a cultura tradicional e o bem-estar.

Na oportunidade, Caroline destaca que a Simbiose é uma marca de cosméticos naturais e veganos que há cinco anos desenvolve fabricação própria e vem alavancando no mercado nacional, e já comercializa os produtos em algumas redes de supermercados e farmacêuticas, pontos importantes para o varejo.

Ela ressalta que o apoio da Fapeam por meio do Programa Inova Amazônia Módulo Tração é justamente criar os espaços físicos e levar a identidade da marca através de uma experiência mais sensorial, “onde a gente consiga levar também não só os produtos, mas esse resgate da massoterapia tradicional amazônica feita pelos ribeirinhos ao longo do tempo. Isso tem total sinergia com a marca e acredito que também com a nossa região”, acrescentou a empreendedora.

Modelo Sustentável

A empresa MAWE Produtos da Amazônia apresentou o projeto “Identificação e Implementação do padrão de guaraná premium”, coordenado pelo empreendedor Aldemir Gomes de Almeida Filho. A finalidade do negócio é identificar e implementar produtos com um padrão de guaraná premium e orgânico, originário do município de Maués (distante 276 quilômetros de Manaus), que tem a parceria de uma cooperativa de produtores de três comunidades ribeirinhas do município, o que envolve direntamente 270 famílias.

Aldemir ressalta que o momento é de buscar parceiros investidores para pesquisar sobre as propriedades dos produtos amazônicos e transformá-los em produtos com alto valor agregado, ”uma vez que na Amazônia temos que lidar com a sazonalidade e raridade dos insumos. Isso gera emprego, gera renda e alimenta a economia local dessas pessoas”, observou Aldemir destacando o apoio da Fapeam.

“A Fapeam forneceu o subsídio financeiro para que pudéssemos desenvolver o projeto, além de todos os treinamentos, mentorias e acompanhamento que estamos tendo através do programa, sem o qual não seria possível realizá-lo”, disse.

Programa Inova Amazônia Módulo Tração

O Programa visa fomentar bolsas na modalidade Bolsa Sócio Empreendedor (BSE), apoiar e desenvolver pequenos negócios, startups, empreendimentos e ideias inovadoras alinhadas à bioeconomia, e que tenham como premissa à preservação e uso sustentável dos recursos da biodiversidade do bioma Amazônia.

O Inova Amazônia Módulo Tração é fruto da parceria entre Sebrae, Confap e Fapeam.