Gerontec completa um ano com pesquisas voltadas ao envelhecimento saudável

Centro de pesquisa da FUnATI é pioneiro nos estudos de longevidade na região

Primeiro laboratório de biogenômica da região Norte do Brasil, o Centro de Pesquisa, Ensino e Desenvolvimento Tecnológico (Gerontec), completa um ano de inauguração nesta quarta-feira (29/03), acumulando estudos voltados ao envelhecimento e longevidade das pessoas que vivem na Amazônia. Desde a inauguração, o centro de pesquisa da Fundação Universidade Aberta da Terceira Idade (FUnATI), vem executando diversos projetos de pesquisa, entre eles, em destaque neste último ano, dois com fomento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam). Os trabalhos do centro são realizados em parceria com o Laboratório de Biogenômica da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

Dr. Euler Ribeiro, reitor FUnATI

Segundo o reitor da FUnATI, Dr. Euler Esteves Ribeiro, a fundação é pioneira nas pesquisas do envelhecimento do homem da floresta. “Com o incentivo do Governo do Amazonas hoje temos o primeiro laboratório de biogenômica da região Norte do Brasil. Antes nossas pesquisas eram realizadas no laboratório da Universidade Federal de Santa Maria, a parceria continua, porém, toda a produção científica já é realizada em nosso centro com uma equipe de pesquisadores especializados em Gerontologia”, destacou o reitor.

De acordo com a coordenadora de Pesquisa da FUnATI, Verônica Azzolin, a biodiversidade amazônica é o fio condutor das pesquisas realizadas no centro. “Destaco a importância de pesquisadores como o olhar do Dr. Euler Ribeiro, reitor da FUnATI e da Dra. Ivana da Cruz coordenadora do Laboratório de Biogenônica, que nunca desistiram de incentivar as pesquisas e também a formação de recursos humanos na área do envelhecimento”, avaliou. Segundo Verônica Azzolin, hoje, no centro de pesquisa, são realizados estudos em prol de um envelhecimento saudável, por meio do desenvolvimento de produtos tecnológicos à base da biodiversidade amazônica, que vão desde estudos iniciais in vitro com células humanas até estudos a nível de ensaio clínico e populacional.

Projetos

O tema do primeiro projeto de pesquisa fomentado pela Fapeam possui é “Associação entre marcadores de danos genômicos e oxi-inflamatórios e sequelas associadas e infecção por Covid-19 em idosos residentes de Manaus”. O projeto, em fase final de desenvolvimento, já rendeu a publicação de um livro, um artigo científico publicado em revista internacional e três dissertações de mestrado.

O outro projeto em andamento no centro de pesquisa busca avaliar e acompanhar a saúde dos servidores do Amazonas no processo de aposentadoria. A metodologia se trata de uma pesquisa-ação com servidores públicos do poder executivo do Estado do Amazonas e da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), com até 1 ano para se aposentar. 

Números

Ao todo, o Gerontec, depositou 2 patentes, publicou 7 artigos científicos, 5 resumos apresentados em congressos, 5 capítulos de livros publicados e a realização de 2 eventos científicos.

Laboratórios e Equipamentos

O Gerontec conta com laboratórios e equipamentos de última geração, nas áreas de Biologia Celular, Biologia Molecular, Bioquímica, Pesquisas Clínicas e Populacionais, Microscopia e Desenvolvimento Tecnológico, além de espaço físico adequado para abrigar pesquisadores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *