Governo do Amazonas celebra primeiro ano da Escola de Gastronomia Bernardo Ramos do Cetam

Unidade completa um ano formando mais de 600 alunos em Gastronomia, Panificação e Confeitaria

A Escola de Educação Profissional e Tecnológica Bernardo Ramos, unidade de gastronomia do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), completa um ano de atividades, nesta quinta-feira (06/06), com um resultado positivo: 300 alunos formados em cursos de Qualificação Profissional e mais 334 concluindo, até novembro, os três cursos técnicos oferecidos na unidade.

Inaugurada pelo governador Wilson Lima, a escola oferece cursos em Gastronomia, Panificação e Confeitaria, e já se transformou em referência de qualidade na Educação Profissional e Tecnológica (EPT).

“O Governo do Amazonas, por meio do Cetam, está investindo na educação profissional para transformar vidas em todo o estado. A oferta de cursos gratuitos e de qualidade é uma determinação do governador Wilson Lima para qualificar mão de obra local”, ressaltou o diretor-presidente do Cetam, Fábio Albuquerque.

O gestor destaca que a missão é oferecer educação profissional de qualidade para a população, contribuindo para a inserção no mercado de trabalho e para o desenvolvimento social e econômico da cidade.

Educação Profissional

A Escola Bernardo Ramos foi criada com o objetivo de democratizar o acesso à educação profissional na área de gastronomia, oferecendo cursos gratuitos e de qualidade para a população manauara.

A unidade conta com infraestrutura moderna e equipada com os melhores maquinários do segmento, além de um corpo docente qualificado e experiente.

Os cursos de Qualificação Profissional oferecidos pela Escola Bernardo Ramos têm duração média de três meses e abordam temas como técnicas básicas de cozinha, manipulação de alimentos, higiene e segurança alimentar.

E os cursos técnicos têm duração média de 18 meses, os quais preparam os alunos para o mercado de trabalho, com conhecimentos teóricos e práticos aprofundados.

“Estamos muito felizes em completar um ano de atividades e poder celebrar a formação de mais de 600 alunos”, ressalta a gestora da escola, Kamilla Silva.