Projeto de educação ambiental para ribeirinhos vence prêmio nacional do CNJ

Barco Escola é fruto de parceria entre o TRT-11 e startup Tree Earth

Aulas para comunidades ribeirinhas a bordo de um barco regional e plantio de mudas nativas da Amazônia. Foi com essa proposta que o projeto Barco Escola, uma parceria entre o Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região (TRT-11) e a startup Tree Earth, venceu o prêmio Juízo Verde 2024, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O reconhecimento se deu na modalidade Boas Práticas do Poder Judiciário, no eixo “Sustentabilidade e Meio Ambiente”. A iniciativa foi considerada inovadora pelo CNJ na temática de sustentabilidade na perspectiva ambiental.

O projeto do Barco Escola prevê o plantio de mil mudas nativas, educação ambiental e de justiça trabalhista, além de capacitação empreendedora junto a escolas municipais no entorno do Lago do Puraquequara, na zona rural de Manaus.

Em 2023, um convênio entre o TRT-11 e a Secretaria Municipal de Educação (Semed) marcou o início oficial do projeto. A startup Tree Earth, parceria do TRT na iniciativa, é a responsável pelo georreferenciamento das árvores plantadas e também é quem coordena os trabalhos a bordo da embarcação regional.

A parceria prevê a recuperação ambiental de áreas degradas, educação ambiental, compensação ambiental para a ISO 14.000 e o GHG Protocol, que é o Protocolo de Gases do Efeito Estufa.

Prêmio Juízo Verde

Criado para homenagear iniciativas de proteção do meio ambiente ou que contribuam com a produtividade do Poder Judiciário na área ambiental, o Prêmio Juízo Verde busca disseminar práticas inovadoras implementadas pelos tribunais no País.

A premiação levou em consideração critérios como inovação, resolutividade das demandas ambientais, impacto territorial e/ou social, eficiência, garantia de direitos humanos e respeito a povos e comunidades tradicionais, além da replicabilidade.

A cerimônia aconteceu nesta quarta-feira, 5 de junho, na sede do CNJ, em Brasília, em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente.