Viaduto do Manoa é interditado nesta quinta-feira

Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), retoma, nesta quinta-feira, 9/3, as obras de reparos do complexo viário Professora Isabel Victoria, conhecido por “Viaduto do Manoa”, na avenida Max Teixeira, zona Norte. A faixa no sentido Centro-bairro está interditada para serviços de recapeamento em concreto que foi danificado. “É como se fosse uma espécie de tapa-buracos em concreto. As equipes de engenharia da empresa responsável pela obra irão abrir os quadrados nesse pavimento e encher com um concreto usinado 50 MPA, que é de alta resistência, para evitar que a estrutura seja novamente comprometida”, afirmou o subsecretário de Obras Públicas da Seminf, engenheiro Madson Rodrigues.

Nesta quinta-feira, será retirada toda a parte danificada no trecho, para ser preenchida com o novo concreto. Assim que finalizada essa etapa, será aguardado tempo de cura (secagem) do concreto, para garantir a resistência da base. A previsão é que, se não houver chuva hoje, os serviços de concretagem sejam finalizados e o tempo de cura do concreto dure em torno de cinco dias. O viaduto será liberado para o trânsito na próxima terça-feira, 14/3. Além da sinalização implantada pelo Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), a empresa de engenharia também irá reforçar a iluminação e fará a implantação de novas telas de proteção para evitar acidentes. 

Os trabalhos serão executados pelas empresas responsáveis pela construção e adequação da estrutura, já que o serviço consta no prazo de garantia da obra. A Seminf ressalta que o complexo viário Professora Isabel Victoria não apresenta nenhum tipo de risco aos veículos que nele trafegam, já que o desgaste ocorre apenas em uma parte do pavimento. A laje e a pré-laje, conforme as equipes de engenharia, estão intactas. Todo o processo de obras permanece sendo fiscalizado pela Prefeitura de Manaus, por meio da Seminf e da Comissão Interinstitucional de Apuração de Obras em Conclusão (Caoc).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *