Amom cobra que seja nomeado logo um nome definitivo para a superintendência da Suframa

Com modelo econômico ameaçado pela reforma tributária, parlamentar defende ações assertivas que garantam a segurança dos empregos da região

No dia em que a Zona Franca de Manaus completou 56 anos, nesta terça-feira (28/02), o deputado federal Amom Mandel (Cidadania-AM) cobrou, mais uma vez, celeridade na nomeação definitiva de um presidente para a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa). Na última semana, o parlamentar também criticou a falta de ação do Governo Federal sobre o assunto.

A autarquia, que está há quase dois meses com uma gestão interina, é responsável por administrar os incentivos fiscais das indústrias na região e estabelecer estratégias para o desenvolvimento local. Essa não é a primeira vez que o deputado cobrou atenção ao modelo de desenvolvimento econômico da região amazônica, ameaçado pela reforma tributária. 

No início do mês de fevereiro, Amom também pediu respostas do secretário extraordinário do Ministério da Fazenda para a reforma tributária, Bernard Appy, sobre as alternativas para manter os benefícios fiscais da Zona Franca, mas não houve retorno do secretário com as informações. 

O Parlamentar defende que são necessárias ações assertivas para garantir a segurança e a manutenção da ZFM. “A gente tem dois governos, um no discurso e na propaganda, outro na prática, exercido pelos ministros e técnicos do Governo. A Suframa vai completar dois meses sem superintendente que não seja interino, bateu o recorde da gestão anterior. Todo ano ameaçam os nossos empregos, o nosso estado, é preciso que o Governo demonstre, na prática, tudo o que disse nos discursos, de que é a favor da Zona Franca”, declarou. 

Ainda nesta terça-feira (28/02), o parlamentar cumpriu agenda com Alexandre Padilha (PT), ministro-chefe da Secretaria de Relações Institucionais da Presidência da República, ocasião em que também discutiu sobre a Zona Franca de Manaus, entre outras pautas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *