Crianças do Mutirão aprendem lições de empreendedorismo na Colônia de Férias do Teonízia Lobo

Os jovens tiveram uma oficina de como empreender com miçangas, com o objetivo de incentivar o espírito empreendedor

Incentivar o espírito empreendedor nas crianças a partir de cinco anos, foi o tema da ‘Oficina com Miçangas’, que aconteceu nesta terça feira (17/01), como parte da programação na Colônia de Férias realizada no Centro Estadual de Convivência da Família Teonizia Lobo, bairro Mutirão, zona norte, administrado pela Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas). 

Paralelamente, crianças, jovens e adultos começaram a se aventurar pelo mundo das manobras de skate, enquanto os idosos tiveram atividades de karaokê e pilates.

Em meio aos ensinamentos sobre como utilizar as miçangas, de cores variadas, para fazer as peças de artesanato, a professora do programa Mais Vida, Anna Paola Amazonas, também vai dando dicas para as crianças e jovens sobre empreendedorismo. 

Corpo e mente

A criançada está aproveitando o período de férias escolares para aprender ainda mais sobre as manobras do skate, cuja atividade é boa para o corpo e a mente. A Escolinha de Skate, administrada pelo programa Mais Vida, no Teonízia Lobo, atende crianças a partir dos 5 anos, adultos e idosos, das 8h às 10h, de segunda a sexta-feira. O professor Ney Maciel ensina os fundamentos básicos do skate, desde manobras, equilíbrio, como se manter sobre a prancha sem cair, chegando a saltos, etc.

Segundo Ney Maciel, são atendidas crianças de formas variadas, entre as quais, com problemas de ordem neurológica, como autismo, paralisia cerebral e com perda da coordenação motora. “Trabalhamos com todas as formas de equilíbrio, noções de espaço, coordenação motora”, disse, ressaltando que o objetivo da escolinha é a socialização da comunidade.

Por sua vez, as idosas preferem fazer suas proezas nas aulas de pilates, onde se movimentam com bastante intensidade. “Até melhorei das dores na costa”, admitiu a aposentada Maria do Perpetuo Socorro Ribeiro, 67. Maria de Lourdes Menezes, 69, também tem procurado os exercícios físicos para melhorar a postura e das dores nos joelhos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *