FAS comemora Dia das Mulheres com programação de destaque às amazônidas 

A Fundação Amazônia Sustentável (FAS) celebra o mês de março, comemorativo ao dia das mulheres, com eventos e acontecimentos que destacam a diversidade, importância e identidade das mulheres tradicionais e urbanas da Amazônia, um dos biomas mais importantes do mundo. 

No dia 8 de março, quando a data é comemorada, a superintendente de desenvolvimento sustentável de comunidades da FAS, Valcléia Solidade, recebe da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) o Diploma de “Mulher Cidadã Amazonense”, destinado a homenagear mulheres que contribuem para o pleno exercício da Cidadania no estado do Amazonas. 

A entrega acontecerá em sessão especial em alusão à data comemorativa, às 11h, no Plenário Ruy Araújo, localizado na sede da Aleam, no bairro Parque 10 de Novembro.  

Na mesma data, a especialista estreia coluna fixa no site ((o)) eco, veículo de jornalismo sem fins lucrativos fundado em 2004 que se dedica a documentar os desafios, retrocessos e avanços dos temas relacionados à conservação da natureza, biodiversidade e política ambiental no Brasil. 

No espaço, a superintendente trará reflexões, pautas e resultados de soluções encontradas e desafios a serem superados pelas populações da Amazônia rumo ao desenvolvimento sustentável do bioma. 

Valcléia Solidade é mulher quilombola amazônida e possui mais de 28 anos de experiência em projetos socioambientais, com atuação reconhecida no Projeto Saúde e Alegria, no Pará, e na coordenação do Programa Bolsa Floresta (PBF), iniciativa do Governo do Estado do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema-AM), e implementado pela FAS. Neste período, exerceu funções de mobilização social e processos participativos, planejamento e gestão de projetos nas áreas de empoderamento social, infraestrutura comunitária e apoio à geração de renda. Durante a sua gestão, o Bolsa Floresta se consolidou como um dos maiores programas de Pagamento por Serviços Ambientais do mundo, e ajudou a reduzir a desigualdade por meio da assistência a 40 mil famílias em 16 Unidades de Conservação (UC) do Amazonas. 

Feira da FAS e Seminário Mulheres da Floresta 

No dia 12 de março acontecerá a edição especial em homenagem às mulheres da ‘Feira da FAS’. No total, 70 pequenos empreendedores apresentaram seus negócios sustentáveis na feira, que também contará com uma programação artística recheada de grandes expoentes femininos da cena cultural local, como as cantoras Lucinha Cabral, Marcia Caminha e Marcia Novo.  

Para encerrar o mês, entre os dias 28 e 30 de março, a FAS irá promover o ‘Seminário Mulheres da Floresta’, cujo objetivo é potencializar o protagonismo feminino das populações tradicionais moradoras de áreas protegidas (Unidades de Conservação, Terras Indígenas e Quilombolas) da Amazônia, a fim de fortalecê-las nas tomadas de decisões em seus territórios. 

Com rodas de conversas sobre desafios, papel das políticas públicas, movimentos sociais e gestão de negócios, o evento reúne 70 mulheres de organizações comunitárias de diferentes regiões da Amazônia, além de empreendedoras, pesquisadoras, ativistas e especialistas de centros urbanos.  

Ao fim, as participantes também organizarão um Manifesto das Mulheres da Floresta, que incluirá os seguintes temas norteadores: Mudanças Climáticas, Segurança, Educação, Saúde, Desenvolvimento econômico, Empoderamento e Infraestrutura comunitária. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *