Governo do Amazonas promove Festival de Férias em espaços culturais

A programação é gratuita e acontece do dia 12 a 29 de janeiro, em diversos espaços culturais do Governo do Estado

O Governo do Amazonas oferece, neste mês de janeiro, mais uma edição gratuita do “Festival de Férias”. Por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, a atividade inicia nesta quinta-feira (12/01) e traz uma programação que se estende por 11 espaços culturais da capital.

Para participar, o público interessado deve realizar a inscrição gratuita que já está disponível no Portal da Cultura (cultura.am.gov.br). No Parque Rio Negro, os eventos serão abertos ao público, sem necessidade de inscrição prévia. Os eventos no Teatro Amazonas têm entrada gratuita, por ordem de chegada. Confira a agenda completa do Festival de Férias.

A programação faz parte do calendário do mês de janeiro da Secretaria de Cultura e traz diversas atividades, entre as quais, shows musicais com artistas locais, apresentações teatrais, visitas aos espaços culturais, resgate de brincadeiras populares, oficinas interativas e outras.  

O secretário de cultura, Marcos Apolo Muniz, destaca que a temporada de férias, além de ser uma opção de lazer no recesso escolar, estreita o contato entre o público infantil e os locais que trazem uma bagagem cultural.

“Proporcionar a diversão gratuita em um ambiente repleto de histórias é fortalecer a difusão cultural do nosso estado, partindo de uma linguagem mais acessível, lúdica e espontânea”, revela Apolo. “Para as atividades com agendamento, novas vagas serão disponibilizadas às segundas-feiras”, informa o secretário. 

Os espaços vão oferecer atividades destinadas às crianças de 3 a 12 anos, acompanhadas pelos pais ou responsáveis. Segundo o gerente da Central de Arte e Educação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Ricardo Lopes, a programação do Festival de Férias foi pensada para atender às famílias. “A criança aprende brincando, assim ela vai entendendo e valorizando, junto com a sua família, os nossos espaços, a nossa cultura”, disse Ricardo. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *