Idam participa de posse da nova diretoria do Sinfagro

Engenheiro agrônomo Michaell Santos vai comandar a entidade pelos próximos três anos

O diretor-presidente do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), Daniel Borges, participou na sexta-feira (06/01), representando o Governador Wilson Lima, da cerimônia de posse da nova diretoria do Sindicato dos Servidores da Fiscalização Agropecuária e Florestal (Sinfagro), entidade que agrega agrônomos, veterinários entre outros profissionais.

“O Sinfagro é uma entidade com grande responsabilidade e importância para nossa sociedade. Nós do Idam entendemos que a fiscalização garante não apenas a segurança, mas a qualidade e consequentemente o retorno financeiro de todos os investimentos feitos no nosso Setor Primário”, pontuou Borges.

O novo presidente, pelos próximos três anos, é o engenheiro agrônomo Michaell Santos, que destacou em seu discurso de posse a necessidade de integração do setor público com os empresários, para um trabalho de fiscalização mais reconhecido e produtivo.

“Nós temos como prioridade, estreitar o diálogo com todos os órgãos que atuam no Setor Primário, e também com os empresários. Queremos um diálogo próximo para fiscalizar mais, para garantir maior segurança, produção de qualidade e riqueza em nosso Estado”, disse Michaell. “É a fiscalização que abre mercados de exportação com os selos de segurança”, completou.

Empresas de diversos segmentos dentro do setor primário prestigiaram a posse, como Luiz Mário Peixoto, da Granja São Pedro, maior produtora de ovos do Amazonas.

“Reconhecemos a importância do trabalho de fiscalização e confiamos nesses profissionais, que protegem todo o patrimônio vegetal e animal do Amazonas, e principalmente todos os nossos investimentos. Somos grandes porque atuamos em concordância com a fiscalização”, completa Luiz Mário.

A empresa Mel Flor do Amazonas, no mercado há mais de 30 anos, também prestigiou a posse. Para o filho do fundador, Fabio Souza, a qualidade aferida pelo Selo de Inspeção Estadual (SIE) e a autorização para exportação de produtos artesanais (Selo Arte), são de fundamental importância para a comercialização dos produtos do Amazonas e geração de riqueza no agronegócio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *