Parque Gigantes da Floresta será mais um atrativo turístico em Manaus

O novo espaço de lazer será o primeiro parque linear e temático da cidade

O parque Gigantes da Florestas, que será construído pelo Governo do Amazonas, em parceria com a Prefeitura de Manaus, na divisa entre as zonas norte e leste de Manaus, irá potencializar o turismo nas duas regiões que possuem mais de 1,1 milhão de habitantes, além de ser mais um atrativo turístico na capital. A ordem de serviço para a construção do complexo foi assinada, na manhã desta quinta-feira (19/01), pelo governador Wilson Lima e o prefeito David Almeida.

“Isso aqui vai ser importante para as famílias, para as crianças, isso sim traz dignidade e respeito para as pessoas. Isso é a valorização de quem mora aqui porque também melhora o comércio, melhora a vida de quem está aqui batalhando. Isso aqui traz respeito para quem mora na cidade de Manaus”, disse o governador.

O novo espaço de lazer será o primeiro parque linear e temático da cidade. A construção envolverá 149.374,41 metros quadrados de área, limítrofe ao igarapé do Mindu, na avenida Natan Xavier. O projeto contempla faixa saudável, com pista de caminhada, faixa verde de arborização e ciclovia bidirecional, contendo paraciclos em sua extensão. Além de espaço de lazer, cultura e turismo, a obra também contemplará a construção de um conjunto habitacional com 180 unidades e um Centro de Atendimento Psicossocial (Caps).

O prefeito de Manaus, David Almeida, falou da importância da parceria entre Governo do Estado e Prefeitura de Manaus. “Eu sou grato a Deus por ter a oportunidade de estar à frente desta prefeitura e ter encontrado no governo do estado alguém como uma visão humanística, uma visão de um estadista, com uma visão de alguém que ama a sua população, despido de egos e vaidades”, acrescentou David.

O projeto é fruto do convênio do Governo do Estado, por meio da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), e Prefeitura de Manaus, executora da obra. O convênio tem o valor de $ 51,8 milhões, sendo R$ 49,8 milhões de repasses do Estado e R$ 1,9 milhão de contrapartida do Município.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *