‘Semana da Literatura Amazonense’ na rede municipal de ensino de Manaus

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) realizou a solenidade de abertura da “Semana da Literatura Amazonense”, nesta segunda-feira, 3/4, na quadra da escola municipal Professora Antônia Pereira da Silva, no bairro Santa Etelvina, zona Norte. A programação ocorre em toda a rede de ensino e envolve alunos das modalidades da educação infantil até a Educação de Jovens e Adultos (EJA). Na oportunidade, os alunos vão participar de atividades pedagógicas sobre a temática como exposições de livros, concursos de poesias, gincanas, feiras culturais, palestras, homenagens aos escritores amazonenses, além de outras ações que estimulem professores e alunos à pesquisa da literatura no Amazonas. 

A coordenadora do Programa de Apoio às Bibliotecas Escolares da Semed, Elizabeth Melo, destacou a importância da semana, mas principalmente o trabalho desenvolvido, em toda rede municipal, sobre a temática com diversas atividades pedagógicas. “Nós temos uma variedade de escritores amazonenses, na qual é importante que os alunos, professores e servidores da educação conheçam, porque é uma ação que está no currículo escolar da Semed”, explicou.

As atividades nas unidades de ensino vão até esta quarta-feira, 5/4, Vale ressaltar que este é um evento instituído pela lei municipal nº 882, de 19 de setembro de 2005, regulamentada pelo decreto n° 8.438, de 08 de maio de 2006.

Homenagem

Com várias obras publicadas da literatura infantojuvenil, a escritora Leyla Leong foi uma das homenageadas. Para ela, a leitura é um aprendizado sem precedentes, já conhecendo o trabalho feito na escola Antônia Pereira. “Esta escola é um exemplo de valorização da arte. Não é a primeira vez que venho aqui, não é a primeira vez que vejo a produção artística desta escola, dando muita importância à literatura, porque você lendo, produzindo literatura, se interessando pelas letras, além de ficar mais sensível como pessoa, passa a colaborar para o progresso do mundo com suas ideias e suas proposições. Parabenizo a Prefeitura de Manaus e a Semed pela programação anual, a qual só tenho a agradecer por ter sido homenageada e convidada. Os alunos dramatizaram meus livros e isso aproxima mais o aluno do escritor”, disse Leyla.

Aprendizado

Acostumado a ler gibis, o aluno do 8º ano matutino, Alessandro Lincoln Ferreira, 13 anos, participou de toda a programação e gostou muito de saber sobre a história de alguns escritores da literatura local. “A literatura é muito importante para todos os alunos, principalmente na questão de conhecer certas coisas de nossa cultura e diversas outras em geral. Acho isso extremamente importante, a gente conhecer a literatura tanto de nosso país, quanto da nossa região. Quando estou lendo parece que vou entrar na história. É um aprendizado muito bom para nós sobre a nossa cultura de conhecermos a região”, completou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *