TCE-AM nomeia mais sete aprovados em concurso público

Mais sete candidatos aprovados no concurso público do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), realizado em 2021, foram nomeados para compor o quadro de servidores da Corte de Contas no Controle Externo de obras públicas e de auditoria governamental.

A nomeação acontece após outros três servidores terem sido empossados, na última quinta-feira (9), pelo presidente do TCE-AM, conselheiro Érico Desterro.

“Essa é uma movimentação que o Tribunal está fazendo no sentido de dar continuidade ao processo de convocação dos aprovados além das vagas previstas inicialmente no concurso de 2021, ou seja, estamos cumprindo com a promessa de chamar além do número de vagas inicialmente proposto, e essas convocações seguirão acontecendo de acordo com as necessidades e possibilidades do Tribunal”, comentou o conselheiro-presidente Érico Desterro, ao destacar que pretende, ainda em 2023, renovar por mais dois anos a validade do concurso público.

Entre os nomeados estão Richard Hainz, Claudia Amarante, Tiago Viana e Sousa, Rodrigo Meireles, Alessandro Chaves e Rodolfo Xavier Lima, todos para o cargo de Auditoria Governamental. Já Lucas Eulalio Carvalho foi nomeado para o cargo de auditoria de Obras Públicas.

Os nomeados devem, a partir de agora, se apresentar na Diretoria de Recursos Humanos (DRH) do TCE-AM, no horário das 8h às 12h30, com documentação original relacionada no ato de nomeação, disponível na edição de sexta-feira (10) do Diário Oficial Eletrônico da Corte de Contas (DOE), como certidão de nascimento ou casamento; título de eleitor; certificado de reservista para os candidatos do sexo masculino, entre outros documentos que irão compor o registro funcional dos servidores.

O DOE do TCE-AM pode ser acessado por meio do endereço virtual doe.tce.am.gov.br.

Realizado nos dias 18 e 25 de agosto, o concurso disponibilizou 40 vagas para provimento imediato na Corte de Contas, para diversos cargos, com vencimentos de R$ 8,3 mil, além de benefícios. Até o momento, 51 servidores foram empossados, onze a mais do número inicial de vagas, sem contar os sete nomeados na última sexta.

As vagas foram originalmente divididas em 18 para o cargo de Auditoria Governamental; duas para o Ministério Público de Contas; cinco para o cargo de Auditoria de Obras Públicas, além de 15 vagas para o cargo de Auditoria de Tecnologia da Informação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *