Câmara Municipal de Manaus terá espaço exclusivo para cães e gatos
Projeto prevê maior comodidade para animais que vivem nas dependências da CMM

Um espaço para acomodar cães e gatos que vivem nas dependências da Câmara Municipal de Manaus (CMM) já está sendo projetado, de acordo com o presidente da Casa Legislativa, vereador Caio André (PSC). A ação visa dar maior comodidade não só para os animais, mas também para os funcionários da Câmara.

A portaria nº 003/2023, publicada na noite de quarta-feira (11/01), que proíbe a entrada de cães e gatos no interior do prédio, é a regulamentação de uma prática que já acontece na CMM.

“O que nós fizemos foi regulamentar aquilo que já era proposto dentro da Casa. Os animais, principalmente os cachorros, nunca entraram no prédio da Câmara, eles sempre ficaram restritos ao estacionamento. O que nós colocamos na portaria foi justamente a delimitação do espaço deles dentro do prédio”, detalhou.

Espaço pet – Caio André ressaltou, ainda, que antes da publicação do documento, o vereador Kennedy Marques (PMN), defensor da causa animal, foi chamado para debater sobre a portaria e a criação de um espaço pet no estacionamento da CMM, para melhor acomodar os cães e gatos que já fazem parte do dia a dia da Casa.

O vereador Kennedy enfatizou que este espaço vai possibilitar que os animais recebam um tratamento ainda melhor.

“Neste espaço eles (cães e gatos) vão poder receber ainda mais atenção em caso de um atendimento veterinário, de uma recuperação que aconteça, então isso somou positivo. Eu fico feliz em saber que nós temos no presidente atual, Caio, a preocupação de manter o bem-estar destes animais”, destacou.

Kennedy afirmou que todos os cães e gatos que vivem nas dependências da Câmara Municipal são alimentados e acompanhados regularmente, além de receberem atendimento veterinário, serem vacinados, castrados e vermifugados.

“Eu gostaria que todas as instituições municipais, estaduais, pudessem dar a atenção que nós damos aqui nesta Casa, de permitir que eles permaneçam aqui e que recebam os atendimentos necessários”, disse o vereador.
Ativista da causa animal, João Sarmanho vê o projeto como uma maneira de demonstrar interesse com o bem-estar dos animais.

“O projeto é bastante válido, já que tendo um ambiente próprio, eles (os animais) vão se sentir amparados. E o presidente (Caio André), estando neste primeiro mandato já se preocupando com a causa animal é muito importante, nós vemos isso com bons olhos”, disse o ativista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *