Governo Federal vai iniciar revisão de dados do Cadastro Único

A partir de março deste ano, o governo federal, por meio do Ministério de Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (MDS), dará início ao processo de revisão cadastral de mais de 5 milhões de beneficiários inseridos no Cadastro Único que afirmam ser unipessoal. A medida foi anunciada como parte de uma estratégia de reestruturação e qualificação dos critérios para a inscrição no CadÚnico e o acesso aos programas ofertados.

De acordo com o chefe de Divisão de Cadastro Único e Transferência de Renda da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), Francisco Cruz, as mais de 455 mil famílias manauaras que estão no Cadastro Único não precisam se preocupar com o processo, muito menos se apressar para comparecer aos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), uma vez que toda a revisão será realizada de forma gradativa e convocando apenas o público necessário por meio de mensagens SMS ou pelo aplicativo Caixa Tem.

“Sendo assim, as famílias que estão com o cadastro atualizado, dentro da janela de dois anos de atualização, e com a documentação em dia não precisam se preocupar com absolutamente nada, enquanto os beneficiários a serem revisados precisam apenas esperar a convocação”, explicou.

Além dos 5 milhões de cadastros unipessoais, o MDS averiguará ainda 2,5 milhões de cadastros com indícios de irregularidades de renda e que possivelmente não atendem aos critérios para o recebimento do Bolsa Família, um dos programas ofertados pelo Cadastro Único. O “pente-fino”, segundo Francisco, é uma forma de garantir assistência a quem realmente precisa.

“Com tantos cadastros irregulares, o orçamento acabou ficando ‘inchado’, o que tornou ainda mais difícil destinar o benefício adicional de R$ 150 por criança, por exemplo. O processo de revisão vem justamente para enxugar o sistema e garantir os benefícios às famílias que realmente se encaixam nos critérios estabelecidos”, concluiu.

Cadastro Único

O Cadastro Único é uma ferramenta do governo federal administrada dentro do Sistema Único de Assistência Social e que garante o acesso de famílias de baixa renda a diversos programas sociais, entre eles o Bolsa Família.

Em Manaus, a inserção no CadÚnico pode ser realizada em qualquer um dos 20 Centros de Referência de Assistência Social (Cras), equipamentos socioassistenciais administrados pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), sendo necessário o agendamento prévio para o atendimento.

Para o agendamento, os usuários devem comparecer a unidade Cras responsável por sua área de abrangência. A lista de equipamentos contendo endereços e bairros atendidos pode ser conferida em https://semasc.manaus.am.gov.br/cras/contato-e-areas-de-abrangencia-dos-cras/.

Usuários dos Cras dos bairros Alfredo Nascimento, Betânia, Crespo e Colônia Antônio Aleixo têm ainda a opção de realizar o agendamento virtualmente, acessando o endereço https://agendasemasc.manaus.am.gov.br/.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *