Pioneira do +RespirAR, paciente relata história de superação com tratamento do programa

Referência internacional, programa permite que pacientes tenham um recomeço após sequelas da Covid-19

Histórias de superação são marcas registradas do +RespirAR, que se tornou modelo no tratamento pós-Covid-19. Com 75% do pulmão comprometido, Gracy Kelly Barros foi uma das primeiras pacientes reabilitadas do programa lançado pelo Governo do Amazonas, em 2021, e conta com orgulho sua trajetória e evolução. “Eu era uma pessoa sedentária, adquiri sobrepeso e com a prática de atividade física consegui perder 10kg depois do programa. Hoje faço funcional, hidroginástica e academia. Quero agradecer ao governador Wilson Lima por proporcionar esse programa que só agregou na minha vida”, relatou Grace Kelly, ex-paciente do programa.

Coordenado pela Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), o programa une esporte e saúde como ferramenta para a melhoria da saúde pública, proporcionando atendimento a pacientes em mais de 10 pontos espalhados na capital amazonense. “São mais de 30 mil amazonenses que já receberam alta por meio do +RespirAR, sabemos da responsabilidade que temos com a população amazonense”, ressaltou o diretor-presidente da Faar, Jorge Oliveira.

O profissional de educação física Allan Filipe destaca a importância da prática esportiva no processo do tratamento. “Temos no programa vários pacientes pós-covid que conseguimos reabilitar por meio de atividades físicas, assim recuperando o sistema cardio-respiratório daqueles que passaram pelo ciclo de tratamento. Juntamente com o trabalho da fisioterapia, que desenvolvemos a manutenção do condicionamento físico”, comentou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *